Impeachment já tem número de votos necessários na Câmara, segundo levantamento do GLOBO

Publicado em: 14/04/2016

gds6t6t.jpg

Plenário da Câmara dos Deputados vai votar domingo impeachment da presidente Dilma – Ailton de Freitas / Agência O Globo 12/04/2016

De acordo com levantamento feito pelo GLOBO, o número de votos a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff já atingiu os 342 votos necessários para encaminhar o processo para o Senado. A votação no plenário da Câmara dos Deputados acontece no domingo, a partir das 14h.

(Veja aqui como votam os deputados)

O GLOBO colheu a posição de todos os 513 deputados. As opiniões foram extraídas de pronunciamentos públicos e entrevistas com parlamentares ou consultas a seus gabinetes. Foram admitidas posições partidárias apenas quando elas foram tomadas por unanimidade.

As opiniões não significam voto dado – os parlamentares podem mudar de posição ou estarem sujeitos à posterior orientação partidária. Em alguns casos, por exemplo, deputados apresentam opiniões divergentes em enquetes publicadas por outros jornais, por terem se expressado em um momento diferente.

As discussões do processo de afastamento da presidente terão início às 8h55 da sexta-feira. Tanto os autores do pedido de impeachment quanto a defesa da presidente Dilma terão 25 minutos para falar. No mesmo dia, cada um dos 25 partidos políticos com representação na Câmara terá o direito de falar por uma hora. Os líderes indicarão até cinco deputados para discursar.

Todos os deputados também terão direito de se inscreverem, entre 9h e 11h de sexta, para discursarem no sábado, quando a sessão para discursos dos parlamentares inscritos começará às 11h. Cada deputado terá 3 minutos para falar. Os líderes também poderão discursar em todas as sessões — o tempo é proporcional ao tamanho das bancadas e varia de 3 a 10 minutos.

A sessão no domingo terá início às 14h, com a orientação das lideranças das legendas. Em seguida, os deputados serão chamados um a um para dizer o voto.

O Globo

 

 

 




Faça o seu comentário