Bancada potiguar é praticamente unânime em defender o afastamento de Eduardo Cunha

Publicado em: 20/04/2016

Os deputados federais da bancada potiguar são praticamente unânimes em defender o afastamento de Eduardo Cunha da Presidência da Câmara dos Deputados. Na verdade, esse seria um primeiro passo para que ele pudesse ser julgado e posteriormente preso.

Já se manifestaram favoráveis ao afastamento os deputados Walter Alves, Rafael Motta, Rogério Marinho e Beto Rosado. Mesmo sem externar um posicionamento público, Zenaide Maia, Felipe Maia, Fábio Faria e Antônio Jácome também tendem a defender o afastamento.

Eduardo Cunha responde a um processo no Conselho de Ética que pode fazê-lo perder o mandato por quebra de decoro parlamentar ao mentir em uma CPI que investiga os desvios de recursos da Petrobras afirmando que não possuía contas no exterior. Além disso, Cunha é réu no Supremo Tribunal Federal (STF) em seis processos. Um deles por corrupção passiva e lavagem de dinheiro por haver fortes indícios de que ele foi beneficiário do esquema do Petrolão.

 

 

 




Faça o seu comentário