Governo do RN se destaca em feira de energia eólica no Rio de Janeiro

Publicado em: 09/08/2018

O Diretor-geral do IDEMA, Rondinelle Oliveira, apresentou na manhã dessa quinta-feira, 09/08, números que mostram os avanços do Rio Grande do Norte na geração de energia eólica. A apresentação foi feita durante a feira Brazil Windpower, maior evento de energia eólica da América Latina que acontece durante três dias no Rio de Janeiro.

“Para nós que representamos o Rio Grande do Norte é motivo de muito orgulho apresentar para vocês o trabalho que faz do nosso estado o primeiro em energia eólica do Brasil. Através de muito esforço de um setor estruturado na nossa gestão, conseguimos avançar na geração de energia limpa e fazer o nosso estado crescer de forma econômica e sustentável”, ressaltou Rondinelle.

Mais cedo, Rondinelle Oliveira realizou a entrega de licenças ambientais para a instalação de parques eólicos das empresas Voltalia e Serveng, que atuam na geração de energia limpa.

“Temos hoje 137 parques instalados no Rio Grande do Norte e procuramos fortalecer a relação com os empreendedores para através do diálogo desburocratizar questões técnicas e avançar em benefício do meio ambiente e das gerações futuras”, disse.

O Brazil Windpower chegou a sua 9ª edição trazendo oportunidades de networking e negócios que envolvem o mercado de energia eólica. O congresso reúne as principais autoridades e executivos do setor nacional e internacional, buscando o desenvolvimento da fonte eólica no Brasil, através do debate sobre os temas mais relevantes do momento.

Para a edição desse ano, o IDEMA montou uma estrutura grande com estande que retrata um pouco do cenário das energias no Rio Grande do Norte. No local, uma equipe técnica do Instituto recepciona os visitantes da feira e apresenta o RN como alternativa viável para os empreendedores, além de tirar dúvidas sobre normas e procedimentos para o licenciamento ambiental.

O Rio Grande do Norte tem 3.722.45MW de capacidade instalada, 137 parques eólicos em operação e 16 em construção. Mais de 60% deles foram habilitados na atual gestão do IDEMA.

E para aproveitar o alto contingente de investidores, o segmento do Turismo do Rio Grande do Norte, através do secretário Manoel Gaspar, interagiu com os frequentadores da feira para divulgar as potencialidades turísticas.

 




Faça o seu comentário