Participante do Big Brother Brasil, modelo e universitária Isabella Cecchi, representante do RN, ganhou mais de 50 mil seguidores em menos de 24h de anúncio no reality show

Publicado em: 10/01/2019

 

                               Reprodução Instagram

 

Fábrica de novas subcelebridades, o “Big Brother Brasil” pode catapultar a carreira do aspirante à fama, para o bem ou para o mal. Divulgados nesta quarta-feira (9), os novos “BBBs” tiveram suas redes sociais impulsionadas com milhares de seguidores.

Foi o caso do surfista Alan Possomai, primeiro participante anunciado, que tinha 2,7 mil seguidores antes de ter seu nome associado ao programa e, até a noite desta quarta, ultrapassou os 53 mil.

A modelo Isabella Cecchi já era “famosinha do Instagram”. Ex-miss Rio Grande do Norte, disse até trocar mensagens com um jogador famoso. Ao ser anunciada como um dos novos confinados, no entanto, ganhou nada menos que 20 mil seguidores só na quarta, passando dos 70 mil. No meio da tarde desta quinta-feira(10), já tinha mais de 113 mil seguidores.

Já o lutador de MMA Fábio Alano, desde que foi anunciado que estaria no “BBB19”, pulou de 13 mil para 30 mil seguidores em suas redes.

Há ainda o caso dos participantes que já eram conhecidas de parte do público na internet, como a modelo goiana Hariany. Com a marca nada desprezível de 105 mil seguidores, ela viu seus fãs passarem dos 130 mil em poucas horas. Nada mal para quem admitiu que só entrou no “BBB” pela fama, não pelo prêmio de R$ 1,5 milhão.

“Vou voltar muito famosa! Esse é o meu principal objetivo: voltar e ver todo mundo da minha cidade me reconhecendo, deixar a minha cidade famosa. Ver um monte de gente chamando o meu nome. E também vai ser um ‘up’ na minha carreira”, disse a sister ao site oficial da atração.

Filha do guitarrista e produtor cultural Robertinho do Recife, a youtuber Hana Khalil também não é uma completa desconhecida no mundo virtual. Vegana, feminista e defensora da causa animal, ela viu seu número de seguidores no Instagram bater quase 60 mil em poucas horas. Já seu canal no YouTube teve crescimento menor: até a noite de quarta, havia passado de 43 mil para pouco mais de 44 mil inscritos.

 

UOL

 




Faça o seu comentário