Após apreensão de 703,95 Kg de cocaína no Porto de Natal, Codern afirma que ‘scanner’ de containers deve ser instalado até o final de setembro

Publicado em: 16/08/2020

                                                  Foto: divulgação

 

Após a apreensão de 703,95 Kg de cocaína no Porto de Natal realizada na noite de sábado (15), a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) emitiu uma nota dizendo que tem como objetivo permanente o aprimoramento da segurança do porto. A Companhia informa ainda que até o final do próximo mês, um “scanner” de containers deve ser instalado no Porto de Natal.

Leia a íntegra da nota:

Nota à imprensa

Em operação Conjunta a Polícia Federal (PF) e a Receita Federal realizaram uma apreensão de cerca de 700 kg de drogas no Porto de Natal, nesse sábado (15). O evento mostra que a intensificação das ações de vigilância na área portuária, sempre em parceria e com o apoio irrestrito da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (CODERN), vem surtindo efeito.

O aprimoramento da segurança no Porto de Natal é um objetivo permanente da Diretoria da CODERN. A sua obtenção passa por uma intensificação das operações interagências e adoção de novos protocolos, sempre em evolução.

Nesse sentido, a convergência de interesses entre o Porto, Armadores e Proprietários das Cargas, deverá possibilitar a instalação de um “scanner” de containers no final do próximo mês.

A união de esforços entre todos os Órgãos e Usuários que operam no Porto de Natal, sem dúvida, proporcionará altos níveis de segurança.

 

Companhia Docas do Rio Grande do Norte

 




Faça o seu comentário