Instagram Blog do Montoril

Para deixar seu domingo incrível, peça sua Pizza na Pizzaria Novo Tempo em João Câmara

Publicado em: 13/06/2021

Para deixar seu domingo incrível, peça sua Pizza na Pizzaria Novo Tempo 

Delivery: 3262-4041 ou 99108-7191

 

 

Faça o seu comentário

PIZZARIA NOVO TEMPO

Onze estados esperam vacinar todos os adultos contra covid-19 até outubro; RN segue sem meta definida

Publicado em: 13/06/2021

                           Foto: 2.jun.2021 – Divulgação/Prefeitura de Fortaleza

 

Ao menos 11 estados prometem vacinar até outubro toda a população adulta com a primeira dose de imunizantes contra a covid-19, segundo levantamento feito pelo UOL.

Entre eles, há estados que dizem acreditar ser possível imunizar seus cidadãos até antes, como o Ceará, que estima vacinar todos acima de 18 anos de idade até o final de agosto. Na capital do Maranhão, São Luís, a expectativa é que seja ainda mais rápido: final de julho.

A projeção dos estados leva em consideração os cronogramas do Ministério da Saúde sobre entregas de doses. Mas o histórico de promessas descumpridas faz com que 15 unidades da federação prefiram não arriscar uma estimativa sobre quando terão aplicado ao mesmo uma dose em todos os adultos.

Quando aplicarão a primeira dose para a população adulta:

Até agosto: Ceará;

Até setembro: Rio Grande do Sul, Sergipe, Maranhão e Pará;

Até outubro: Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Piauí;

Sem definição: Paraná, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Tocantins, Rondônia, Roraima, Amazonas, Acre e Amapá;

Não respondeu: Alagoas.

Até a última quinta-feira (10), o Brasil já havia iniciado a imunização de cerca de 53 milhões de pessoas. Delas, aproximadamente 23,5 milhões já completaram o esquema vacinal, com a aplicação da segunda dose.

O Ministério da Saúde estima que a população vacinável do Brasil neste momento é de cerca de 161 milhões de adultos. Assim, ainda seria necessário iniciar a imunização de aproximadamente 110 milhões de brasileiros.

Esse número pode crescer em breve, já que a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovou a aplicação da vacina da Pfizer em crianças com 12 anos ou mais; o ministério, porém, ainda não indicou se deve liberar a imunização de menores de idade.

No terceiro trimestre, de julho a setembro, o ministério diz que deve receber cerca de 175 milhões de doses. Até o final de junho, serão ao menos mais 25 milhões de doses. A soma dessas quantidades —mesmo aquém das previsões iniciais da pastas— faz com que gestores e especialistas acreditem ser crível a projeção de vacinar todos os brasileiros com uma dose até o final de outubro —e, talvez, até antes.

 

Com informações do UOL

 

Faça o seu comentário

DRONE DO MONTORIL

Potiguar Bia Gurgel brilha no ‘The Voice Kids’ e é aplaudida de pé por Carlinhos Brown, Gaby Amarantos e Michel Teló

Publicado em: 13/06/2021

A potiguar Bia Gurgel foi a segunda a subir no palco no The Voice Kids deste domingo (13). A mossoroense de 14 anos, interpretou um clássico da MPB, a canção ‘Como Nossos Pais’, famosa na voz de Elis Regina no segundo dia de audições às cegas.

Carlinhos Brown, Gaby Amarantos e Michel Teló, os três jurados do programa, se renderam ao talento da garota, apertaram o botão, viraram suas cadeiras e ainda a aplaudiram de pé.

Bia escolheu o Time Brown para chamar de seu! O cantor vibrou muito ao ser escolhido pela adolescente e se ajoelhou para reverenciar a cantora: “Mossoró foi minha primeira referência. Fiz minha primeira turnê ali e tinha Luiz Gonzaga como nosso tutor. Menina, você nos honra! Essa tarde de domingo está diferente pelo seu brilho”, disse Carlinhos Brown.

 

Com informações de GShow

 

Faça o seu comentário

ELISA MAGAZINE

Natal começa a vacinar pessoas com 53 anos nesta segunda-feira (14)

Publicado em: 13/06/2021

Na segunda-feira (14), as pessoas com 53 anos residentes em Natal podem procurar qualquer um dos pontos da vacinação da Prefeitura do Natal para receber a primeira dose da vacina contra a covid-19, levando comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação.

Nesta segunda, a capital também inicia a vacinação dos motoristas de vans, alternativos, escolares e intermunicipais de médio porte com cadastro na Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Esse público deve apresentar a carteira de operador do veículo e levar cópia desse documento, além de comprovante de residência de Natal, documento com foto e cartão de vacinação.

Os trabalhadores do transporte ferroviário também podem buscar na segunda-feira (14) o Palácio dos Esportes para receber a primeira dose da imunização contra a Covid-19. A categoria deve apresentar crachá no ato da vacinação, comprovante de residência de natal, documento com foto e carteira vacinal.

Acesse o site  https://vacina.natal.rn.gov.br/veja os mais de 40 pontos de vacinação distribuídos na capital e horário de funcionamento.

 

Faça o seu comentário

19 MILHÕES DE ACESSOS

Operação Lei Seca autua mais de 100 motoristas por embriaguez ao volante em Natal

Publicado em: 13/06/2021

                                                  Foto: divulgação

 

A Operação Lei Seca autuou mais de 100 motoristas por embriaguez ao volante em Natal neste final de semana.

As operações ocorrem na zona norte e sul da cidade, tendo sido abordados 1.544 condutores nas duas blitz, dos quais 101 foram autuados por se recusarem a realizar o teste do bafômetro e outros três por terem realizado o teste e dado resultado positivo para álcool.

Todos os 104 motoristas serão multados em R$ 2.934,70, além de ter o direito de dirigir suspenso por 12 meses.

As blitzen ainda contabilizaram outras 54 notificações por infrações diversas e 04 veículos foram removidos por irregularidades.

 

Faça o seu comentário

DL AUTOCENTER

G7 anuncia doação de 1 bilhão de doses de vacinas contra a Covid para países mais pobres

Publicado em: 13/06/2021

                                    Foto: Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)

 

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, anunciou neste domingo (13) que o G7 doará 1 bilhão de doses de vacinas para países mais pobres através do consórcio Covax Facility.

Mais cedo, o presidente do Conselho da UE, Charles Michel, havia anunciado que os líderes do G7 concordaram em “alinhar” suas posições sobre vacinas, fundos para a África e lutar contra a “pressão de regimes autoritários”.

Nos últimos três dias da cúpula, a UE trabalhou para convencer as “principais democracias do mundo” a se juntar a ela na aceleração das entregas globais de vacinas. “A prioridade era garantir que podemos atender a demanda por vacinas e aqui a UE assumiu a liderança. Parceiros agora se juntaram a nós para acelerar a produção e entrega de vacinas em todo o mundo “, disse Michel.

“Também vemos que as democracias liberais e as sociedades abertas enfrentam a pressão de regimes autoritários. Esse desafio nos levou a unir forças durante o G7, não apenas para sermos capazes de responder sob pressão ou ataque, mas também para difundir nossos valores de liberdade, governo de lei e respeito pelos direitos humanos “, disse ele.

“Outro ponto, de especial significado para mim, é o nosso compromisso com a África. Já há alguns anos, com alguns líderes na Europa, estamos convencidos de que esse compromisso com a África deve estar no centro de nossas futuras relações internacionais.

Cada vez mais, nós conseguimos unificar as posições dos países europeus nesta questão e agora convencemos nossos parceiros a mobilizar mais fundos para garantir uma estratégia de ganha-ganha para a África e a Europa ”, acrescentou Michel em um comunicado.

 

CNN Brasil

 

Faça o seu comentário

Atraente

Taxa de ocupação de leitos críticos no RN volta a ficar abaixo de 90%

Publicado em: 13/06/2021

A taxa de ocupação de leitos críticos das unidades públicas de saúde no RN é de 88,9%, registrada no início da tarde deste domingo (13). Pacientes internados em leitos clínicos e críticos somam 627.

Desde 1º de março, a taxa de ocupação dos leitos críticos do estado tem média acima de 90%. As únicas exceções foram os dias 23 de abril e 5 de maio, que registraram 89%.

 

Faça o seu comentário

19 MILHÕES DE ACESSOS

RN contabiliza 12 óbitos por covid nas últimas 24h, sendo 08 dentro do dia; novos casos são 1.294

Publicado em: 13/06/2021

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) atualizou os números do coronavírus neste domingo (13). Foram mais 1.294 casos confirmados, totalizando 282.824. Até sábado (12) eram 281.530 infectados.

Com relação aos óbitos no Rio Grande do Norte, são 6.452 no total, sendo 08 mortes registradas nas últimas 24h: Assu (01), Caraúbas (01), Lagoa de Velhos (01), Coronel João Pessoa (01), Francisco Dantas (01), Augusto Severo (01), Mossoró (01) e Itajá (01).

A Sesap ainda registrou outros 04 óbitos ocorridos após a confirmação de exames laboratoriais de dias ou semanas anteriores. No sábado (12) o número total de mortes era 6.440. Óbitos em investigação são 1.365.

Casos suspeitos somam 102.190 e descartados 542.596.

 

Faça o seu comentário

Rodrigo Montoril - Fisioterapia

Erro de cálculo no Governo Dilma eleva contas de luz em R$ 50 bilhões; RN já é atingido

Publicado em: 13/06/2021

                                             Foto: reprodução

 

O modelo de cálculo criado para indenizar concessionárias do setor életrico em razão do controle tarifário do governo Dilma Rousseff (PT) levou a um passivo de R$ 50 bilhões resultante de juros que será repassado ao consumidor até 2028. Empresas afirmam se tratar de uma distorção.

O valor foi atualizado recentemente, quando associações recorreram à Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) contra a fatura. Elas pedem reconhecimento de erro e correção do montante. A agência nega falhas nas contas.

Onze distribuidoras que tiveram revisão tarifária aprovada nos últimos meses incorporaram parte dos valores. Já foram atingidos consumidores de: CPFL, em São Paulo; Energisa, em Mato Grosso do Sul, Mato Grosso e Sergipe; ?Coelba, na Bahia; Cosern, no Rio Grande do Norte; Celpe, em Pernambuco; Enel, no Ceará; Equatorial, em Alagoas; Sulgipe, em Sergipe; e Cemig, em Minas Gerais.

No próximo mês, será a vez dos grandes consumidores, basicamente a indústria, serem afetados. Isso eleverá ainda mais a pressão sobre os custos de produção de mercadorias em meio a alta da inflação e escassez de energia.

Sob orientação do MME (Ministério de Minas e Energia), esse passivo bilionário foi calculado pela Aneel e apontado como uma saída para indenizar concessionárias do setor, incluindo as transmissoras, pela prorrogação de contratos.

O problema começou em 2012. Naquele ano, uma medida provisória de Dilma alterou regras do setor elétrico para baixar artificialmente o preço da conta de luz.

No caso das transmissoras, em um primeiro momento, o governo obrigou as concessionárias a praticarem preços muito baixos. A TUST (Tarifa de Uso de Transmissão) refletiu, praticamente, apenas os custos da operação.

Os investimentos não amortizados foram ignorados naquele momento, o que obrigou o governo a, posteriormente, editar outra MP corrigindo o erro.

O MME, então, quase três anos depois, definiu os critérios para a indenização, e a Aneel desenvolveu o modelo de cálculo da RAP (Receita Anual Permitida).

O passivo gerado e agora distribuído aos consumidores foi calculado de 2013 a 2017, quando foi iniciado o pagamento em parcelas anuais.

Nos recursos recentes, a que a Folha teve acesso, associações afirmam que poderão ser processadas pelos consumidores por “apropriação indébita” caso não haja uma correção.

A Abrace (Associação Brasileira dos Grandes Consumidores Industriais de Energia), por exemplo, ficou sem pagar os valores a mais desde 2017 por meio de uma decisão liminar (provisória), que expirou em novembro de 2019.

O problema, segundo as empresas, é que a Aneel decidiu fazer o acerto de contas justamente em parcelas anuais, enquanto receitas pagas pelos usuários nas contas de consumidores com taxas e impostos foi feita mensalmente ao longo do período.

De acordo com as empresas, no entanto, a agência reguladora desconsiderou os pagamentos efetuados e, ao fazer a conta de reposição anual, cobrou indevidamente juros sobre as parcelas mensais acumuladas —o que gerou as distorções. Esse sobrepreço foi parar nas contas de luz.

A Aneel negou ter cometido qualquer erro no cálculo e afirmou que os critérios foram discutidos exaustivamente em audiências públicas.

Associações, ainda segundo a agência, participaram dos debates e concordaram com o mecanismo de reposição de receitas implementado. As entidades negam ter concordado com o modelo no passado.

Por causa da pandemia da Covid-19, a Aneel decidiu agora reorganizar o pagamento dessas parcelas.

Em julho deste ano, serão incorporados às tarifas R$ 2,2 bilhões pelo arranjo. Em julho de 2022, R$ 3,2 bilhões. A partir de 2023 até 2028, as parcelas passam para R$ 6,8 bilhões, totalizando R$ 46,2 bilhões.

Na carta da Abrace, a entidade considera haver ao menos R$ 9 bilhões cobrados a mais, boa parte em razão dos erros de cálculo.

Para a Abiape (Associação Brasileira de Investidores em Autoprodução de Energia), o valor correto de repasse às tarifas seria de R$ 7,7 bilhões. São R$ 4,6 bilhões de juros cobrados indevidamente e R$ 3,2 bilhões de investimentos não amortizados de 2013 a 2017.

Em nota, a Aneel afirmou que não existe qualquer valor indevido pago pelos consumidores às transmissoras. “Não há erro algum, nem no cálculo, nem no método utilizado pela Aneel para estabelecer as receitas das transmissoras”, disse a agência.

Segundo a agência, o assunto foi judicializado com decisão favorável ao órgão de regulação.

“Depois de perder na Justiça, a Abrace e a Abiape buscam uma nova linha de argumentação, baseada em premissas equivocadas que afrontam diretamente a legislação e regulamentação existentes. Causa estranheza esse assunto vir à tona agora, mesmo após anos de discussões e pleno conhecimento do cálculo adotado.”

A agência afirmou ainda que a metodologia do cálculo questionada pelas associações foi debatida exaustivamente em audiência pública em 2017. “A própria Abrace contribuiu com as consultas. E nunca levantou esse questionamento.”

A Aneel disse que está em curso um processo sobre o tema que será julgado nas próximas semanas.

O Ministério de Minas e Energia não respondeu até a conclusão deste texto. Consultadas, Abrace e Abiape não quiseram comentar.

Além de criticarem o cálculo dessa reposição de receitas, essas associações já consideram preocupante a política de contenção do aumento nas tarifas adotada agora pelo governo Jair Bolsonaroe pela Aneel, que, segundo elas, foi muito abaixo do devido.

A Aneel autorizou aumentos de 7% a 8%, a depender da concessionária. Os custos, porém, subiram acima de 20%.

A decisão de postergar esse reajuste —chamado de pedalada pelo setor— foi tomada como forma de amenizar a conta de luz para os consumidores, que, por causa da pandemia, perderam emprego e renda.

A preocupação no setor é que, futuramente, o aumento da tarifa seja ainda maior considerando a alta da própria inflação no período.

O custo da energia já está elevado em razão da crise hídrica, a pior dos últimos 91 anos, o que obrigou o governo a acionar usinas termelétricas. Essas usinas geram energia acima de R$ 1.200 por MWh (megawatt-hora).

A energia já representa o principal fator que fez a inflação medida pelo IPCA bater 8% no acumulado em 12 meses até abril.

Com energia cara e inflação, a retomada da atividade econômica não somente vai demorar mais como será mais tímida.

 

Com informações da Folha de S. Paulo

 

Faça o seu comentário

Escritório de Contabilidade Robson Rafael

Brasil economizará R$ 480 milhões na compra de vacinas da Janssen, afirma ministro da Saúde

Publicado em: 13/06/2021

                                    Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou, neste sábado (12), que a Janssen reduziu o valor do contrato para compra de vacinas em 25% do que foi previsto. Com isso, o Brasil vai economizar mais de R$ 480 milhões do total previsto no início: R$ 2,07 bilhões. O custo de cada dose da vacina será de US$ 10.

Queiroga anunciou também que o dinheiro só será liberado após a chegada dos imunizantes e serão pagas apenas as doses aplicadas.

As entregas do imunizante também foram antecipadas. A previsão é que 3 milhões de doses cheguem na próxima semana. Antes, as 38 milhões de doses encomendadas ao laboratório seriam todas entregues só a partir de outubro.

Na coletiva, o chefe da pasta ainda disse que o imunizante é seguro e a eficácia é de 85%. A agência norte-americana reguladora de medicamentos, FDA, também aprovou, neste sábado, o envio das doses.

Sobre o prazo próximo para o vencimento do imunizante, Queiroga afirmou: “Na minha opinião não haverá vencimento”. O chefe da saúde acredita que o país vai seguir o Programa Nacional de Imunizações (PNI) e aplicar as 3 milhões de doses “antes do vencimento”.

“É importante ressaltar, que se tudo ocorrer bem, são 3 milhões de brasileiros vacinados. Afinal, a vacina da Janssen contra Covid-19 é de aplicação em dose única. Diferentemente das outras três que sendo aplicadas: Coronavac, AstraZeneca/Oxford e Pfizer”, disse o ministro.

De acordo com o Ministério da Saúde, as vacinas serão distribuídas para as capitais por conta da logística e tem validade até o dia 27 de junho.

 

Metrópoles

 

Faça o seu comentário

Drogaria Bom Viver

Prefeitura de Mossoró vacina 53+ neste fim de semana

Publicado em: 13/06/2021

A Prefeitura de Mossoró deu início ontem (12) à vacinação contra a COVID-19 de um novo grupo, o das pessoas de 53 anos ou mais sem comorbidades.

Durante todo o fim de semana, 10 unidades básicas de saúde estarão abertas, das 08h00 às 16h00, em 10 bairros da cidade, numa iniciativa da campanha Mossoró Vacina. Para se vacinar, é preciso levar para as UBS originais e cópias de um documento pessoal com foto e comprovante de residência.

Além da vacinação, continua a campanha Vacina Solidária, em que os pontos de vacinação de Mossoró estão aptos a receber doações de alimentos não perecíveis, que são distribuídos a milhares de famílias carentes de Mossoró, que estão em dificuldade por causa da pandemia.

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, enfatizou que “o município de Mossoró foi o primeiro do estado a iniciar a vacinar o público geral sem comorbidades e agora, para nossa felicidade, estamos conseguindo baixar para 53 anos ou mais, numa prova da seriedade, agilidade e compromisso de nossas equipes de trabalho”.

 

Faça o seu comentário

19 MILHÕES DE ACESSOS

Polícia Federal destrói 875 mil pés de maconha até abril, 3 vezes mais que em 2020

Publicado em: 13/06/2021

                                          Foto: Divulgação/PF

 

A PF (Polícia Federal) destruiu 875,5 mil pés de maconha entre janeiro e abril de 2021, uma quantidade 364% maior que os 188,7 incinerados no mesmo período do ano passado.

Os números fazem parte de balanço da PF e indicam um avanço no combate à maconha em diversos aspectos. A destruição de mudas também cresceu e alcançou 193,6 mil unidades, 102% maior que em 2020. E a apreensão da droga saltou 4%, para 76,3 toneladas.

Grande parte da quantidade erradicada foi encontrada no interior de Pernambuco, nas operações Fusarium e Fusarium II. Na segunda edição, em abril, foram erradicados 531 mil pés de maconha, que seriam suficientes para distribuir mais de 100 toneladas da droga.

Se de um lado houve aumento nas ações da PF em relação à maconha, houve redução no que diz respeito a outras drogas.

A cocaína, por exemplo, teve redução de 74,7% nas quantidades apreendidas, chegando a 19,7 toneladas. Algo semelhante ocorreu com o ecstasy. Os policiais tinham apreendido 135.612,7 comprimidos em 2020, mais que os 4.393 deste ano.

Já a apreensão de anfetaminas teve grande aumento, de 128 comprimidos para cerca de 17 mil.

Segundo a PF, o crescimento na apreensão de algumas drogas sintéticas pode refletir o fechamento de fronteiras no primeiro semestre do ano passado, em razão da pandemia de covid-19.

De acordo com Rafael Alcadipani, professor da FGV (Fundação Getúlio Vargas) e membro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, a apreensão em si pode ser um trabalho de enxugar gelo se não vier acompanhada de uma ação mais profunda contra as quadrilhas. “É preciso que os traficantes sejam pegos e as quadrilhas desbaratadas”, afirma.

Nas rodovias federais, o crack foi a droga que mais cresceu proporcionalmente em quantidades apreendidas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). A quantidade interceptada nas operações foi de aproximadamente 700 quilos entre janeiro e abril.

O entorpecente ainda fica atrás de outros produtos encontrados pelos policiais, como a cocaína, mas tem um crescimento de 213% em relação ao mesmo período do ano passado – quando foram apreendidos 223,1 quilos.

 

R7

 

Faça o seu comentário

WEVERTON REVESTIMENTOS DE VOLANTES

Renda do servidor público sobe e a do setor privado cai na pandemia, aponta IBGE

Publicado em: 13/06/2021

                                  Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

 

A pandemia do novo coronavírus evidenciou diferenças significativas entre os mais diversos setores da economia. Em termos salariais, enquanto os trabalhadores formais do setor privado observaram uma queda de 0,76% no rendimento, aqueles que atuam no setor público viram o salário médio crescer 3,54% no último ano.

De acordo com dados da Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), feita pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o rendimento médio dos empregados com carteira de trabalho assinada que atuam no setor privado caiu de R$ 2.358 para R$ 2.340. Ao mesmo tempo, a remuneração dos servidores públicos cresceu de R$ 3.980 para R$ 4.121 desde o início da pandemia.

Com a movimentação, o salário médio recebido pelos profissionais do setor privado passou a corresponder a 56,78% daquele que é recebido pelos funcionários públicos. Antes da pandemia, o percentual era de 59,25%, o que representa um avanço equivalente a 9,8% na diferença salarial entre os períodos.

A discrepância salarial é ainda maior quando analisados os profissionais do setor privado sem carteira assinada, que têm rendimento médio de R$ 1.561, valor que corresponde a apenas 37,9% do rendimento dos servidores e é apenas 0,52% maior do que o recebido há um ano.

Conforme os dados da pesquisa, a remuneração média dos funcionários públicos só é superada pela dos empregadores, que faturam, em média, R$ 5.980 mensalmente, montante que caiu 5,36% entre os primeiros trimestres de 2020 e 2021.

Categorias

Na análise por setores da economia, os profissionais mais afetados foram aqueles que atuam nas atividades que envolvem alojamento e alimentação. Eles viram o salário médio derreter 9,68% no período de um ano, passando de R$ 1.591 para R$ 1.437.

As perdas também foram computadas para os trabalhadores de transporte, armazenagem e correio (-7,84%), das áreas de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (-4,91%), outros serviços (-3,68%), serviços domésticos (-3,65%) e atividades do comércio (-1,7%).

Na contramão, viram o rendimento melhorar na passagem do primeiro trimestre de 2020 para os três meses iniciais de 2021 os profissionais da administração pública (+5,3%) e aqueles que atuam por conta própria (+0,05%).

 

R7

 

Faça o seu comentário

Curso de GWO na CEDUCAT

RN começa domingo com fila de espera por leitos críticos zerada

Publicado em: 13/06/2021

O domingo começou combina boa notícia para a população potiguar. Mesmo com a possibilidade do número aumentar, nesse domingo foi zerada a fila de espera para leitos críticos, sem ninguém no aguardo.

Mas a boa notícia não para por aí, ainda foram contabilizados 40 leitos livres para atender os pacientes, o que ajuda no combate à doença, desafoga o sistema público se saúde e reduz a carga psicóloga jogada nos profissionais da saúde.

 

Faça o seu comentário

Donabela Bijoux

Brasil já vacinou mais que a soma de 15 países europeus contra covid

Publicado em: 13/06/2021

Ao ultrapassar as 78 milhões de vacinas contra covid-19 aplicadas desde 17 de janeiro, o Brasil administrou uma quantidade de imunizantes superior à soma de 15 países da Europa. Esse desempenho supera as 77 milhões de doses aplicadas em países cujos governos costumam ditar normas de comportamento ao Brasil, como Noruega, Dinamarca, Finlândia, Bélgica, Suíça, Suécia, Áustria, Holanda, Grécia, Irlanda, República Tcheca, Ucrânia, Eslováquia, Turquia e Portugal. A informação é da Coluna Cláudio Humberto, do Diário do Poder.

Até o Reino Unido, grande produtor de vacinas e primeiro a iniciar a imunização, aplicou cerca de 10 milhões de doses a menos que o Brasil. País europeu grande e rico, a França precisa se somar à Espanha e a Portugal para rivalizar com o número de doses no Brasil.

 

Faça o seu comentário

Farmácia Popular

Esporte COPA AMÉRICA: Venezuela vive surto de Covid às vésperas do jogo de abertura

Publicado em: 13/06/2021

No final da noite desta sexta-feira (11), a Federação Venezuelana de Futebol (FVF) confirmou 12 casos positivos de covid-19 nos integrantes da delegação que está no Brasil para participar da Copa América.

A competição começa neste domingo (13), a partir das 18h (horário de Brasília), com Brasil e Venezuela se enfrentando no Estádio Mané Garrincha, em Brasília.

 

Faça o seu comentário

Esporte Center & Casa do Vaqueiro

SABADOU!!!: Hoje tem Pizza na Pizzaria Novo Tempo em João Câmara

Publicado em: 12/06/2021

sabadou.jpg

SABADOU!!!: Hoje tem Pizza na Pizzaria Novo Tempo em João Câmara

Delivery: (84) 3262-4041 ou 99108-4041

 

Faça o seu comentário

PIZZARIA NOVO TEMPO

Ecko, chefe da maior milícia do RJ, é morto em operação policial

Publicado em: 12/06/2021

                                            Foto: reprodução

 

O miliciano Wellington da Silva Braga, conhecido como Ecko, foi morto neste sábado (12) em ação da Polícia Civil do Rio de Janeiro. Ele foi baleado na barriga durante a Operação Dia dos Namorados e encaminhado a um hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Ecko era o chefe de uma das maiores milícias do Rio de Janeiro, a “Liga da Justiça”, e um dos criminosos na lista dos mais procurados do país. Foi encontrado na casa de parentes na comunidade das Três Pontes, em Paciência.

A milícia atua na Zona Oeste e regiões da Baixada Fluminense. A  Subsecretaria de Planejamento Operacional da Polícia Civil do Rio de Janeiro coordenou a ação e 21 policiais participaram. O nome da operação foi dado por causa da data.

Wellington da Silva Braga assumiu chefia da milícia em 2017, depois da morte do irmão Carlos Alexandre Braga, conhecido como Carlinhos Três Pontes. O grupo miliciano tinha histórico de liderança de ex-policiais. Ecko, no entanto, nunca foi policial.

O disque-denúncia oferecia recompensa de R$ 10.000 por informações sobre o seu paradeiro.

 

Faça o seu comentário

ELISA MAGAZINE

Gás de cozinha da Petrobras sobe quase 5,9% a partir de segunda-feira (14)

Publicado em: 12/06/2021

Diferença do gás de cozinha chega a 22,2% em João Pessoa - ClickPB                       Foto: Dirceu Portugal/Fotoarena/Estadão Conteúdo

 

 

A Petrobras elevará em 5,9% o preço médio do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o chamado gás de cozinha, para R$ 3,40 o quilo, a partir de segunda-feira (14), afirmou a companhia nesta sexta-feira (11). O preço do botijão no país chegava a R$ 104,76 no início de junho.

Distribuidoras e revendedores são livres para definir se e como repassarão o aumento. O reajuste para as distribuidoras, indicou a petroleira, segue o equilíbrio com o mercado internacional e acompanha as variações do valor dos produtos e da taxa de câmbio, para cima e para baixo.

No entanto, busca evitar o repasse imediato para os preços internos da volatilidade externa causada por eventos conjunturais.

“O alinhamento dos preços ao mercado internacional é fundamental para garantir que o mercado brasileiro siga sendo suprido sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras”, frisou a companhia.

Mais cedo, a petroleira havia informado um recuo de 2% no preço médio da gasolina a partir de sábado (12), e a manutenção do valor médio do diesel.

Valores são os mais recentes, da semana de 30 de maio a 5 de junho. As capitais estão ordenadas de acordo com o preço do botijão.

Macapá (AP) – R$ 104,67

Boa Vista (RR) – R$ 103,23

Cuiabá (MT) – R$ 103,12

Rio Branco (AC) – R$ 101,86

Porto Velho (RO) – R$ 98,66

Fortaleza (CE) – R$ 93,28

Belém (PA) – R$ 93,14

Natal (RN) – R$ 92,22

Palmas (TO) – R$ 91,75

Manaus (AM) – R$ 91,61

Vitória (ES) – R$ 90,17

Florianópolis (SC) – R$ 90

Goiânia (GO) – R$ 89,81

Teresina (PI) – R$ 89,07

João Pessoa (PB) – R$ 85,31

Belo Horizonte (MG) – R$ 85,30

São Luís (MA) – R$ 84,77

Porto Alegre (RS) – R$ 84,65

Curitiba (PR) – R$ 84,53

Aracaju (SE) – R$ 82,81

Maceió (AL) – R$ 82,36

São Paulo (SP) – R$ 81,58

Salvador (BA) – R$ 80,42

Brasília (DF) – R$ 80,24

Campo Grande (MS) – R$ 79,85

Recife (PE) – R$ 78,26

Rio de Janeiro (RJ) – R$ 75,97

 

Fonte: ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis)

 

Faça o seu comentário

JP Gás - João Câmara

João Câmara: Secretaria Municipal de Saúde realizará neste Sábado(12) “Dia D” de Vacinação contra a COVID-19 para gestantes, lactantes e puérperas.

Publicado em: 12/06/2021

 

Faça o seu comentário

Drogaria Bom Viver