Natal tem preço médio do gás de cozinha mais alto do Nordeste

Publicado em: 13/10/2021

                                      Foto: Reprodução / EPTV

 

Dentre as capitais do Nordeste, Natal é a que tem média de preços do gás liquefeito de petróleo (GLP) mais alta. O apontamento foi feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), em pesquisa referente à última semana, de 3 a 9 de outubro.

De acordo o levantamento, o preço médio do botijão de gás encontrado na capital potiguar foi de R$ 104,09. Já o menor valor foi de R$ 90 e o máximo de R$ 115.

Na sequência, aparece Fortaleza, com preço médio de R$ 101,91 e Teresina, com preço médio do gás de cozinha a R4 101,89. Em todas as demais capitais do Nordeste, o valor ficou abaixo de R$ 100 no período verificado.

O preço médio mais elevado foi observado em Cuiabá, com média de R$ 115,57.

A pesquisa entrevistou 707 estabelecimentos pelo país. Em Natal, 22 locais de venda integraram a pesquisa.

Segundo a ANP, nas últimas quatro semanas, o preço do gás de cozinha na capital potiguar subiu 2,32%, e 2,53% em todo o estado. Nos últimos seis meses, o valor do produto teve aumento de 16,99% no RN e de 18,41% em Natal.

O levantamento foi feito antes do novo aumento anunciado pela Petrobras, que passou a valer no último sábado, 9. Com o reajuste, deve sofre incremento de aproximadamente R$ 7 por botijão de 13 quilos em Natal, segundo informações fornecidas do sindicato de revendedores ao portal G1.

                         Fonte: ANP / Síntese dos Preços Praticados

 

Agência Saiba Mais

 




Faça o seu comentário