Via Costeira está sem radares eletrônicos há 10 anos

Publicado em: 19/08/2020

A pandemia adiou os planos de lançamento da licitação para instalação de radares eletrônicos em algumas das principais vias estaduais que cortam a capital do Rio Grande do Norte. De acordo com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que está à frente do processo licitatório para a contratação e instalação dos equipamentos, o certame teve que ser interrompido antes do lançamento. Avenidas como a Gov. Dinarte Mariz (Via Costeira), onde aconteceram, pelo menos, 40 acidentes de trânsito no primeiro semestre dos anos de 2018 e 2019, já estão há 10 anos sem o equipamento de fiscalização eletrônica.

Via Costeira abriga os maiores hotéis da cidade e falta de radares é risco para turistas e moradores                                                    Foto: Magnus Nascimento

 

A situação está sendo acompanhada pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN). Através do projeto Trânsito Cidadão, que busca reduzir a quantidade de acidentes nas vias natalenses, o Ministério Público fez contato com o Governo do Estado e com a Prefeitura do Natal a fim de buscar soluções para as vias com maior quantidade de acidentes na cidade e, dentre elas, está a instalação dos equipamentos. A promotora Maria Danielle Veras, que representa o MPRN nas tratativas, explicou que quatro rodovias estaduais e dez municipais foram escolhidas para que as sinalizações e radares sejam reforçados.

 

Tribuna do Norte

 




Faça o seu comentário