Justiça Eleitoral já puniu 6 vezes Sérgio Léocadio por agressões e inverdades e 1 vez Jean Paul por Fake News

Publicado em: 17/10/2020

                              Foto: Pedro Vitorino | Foto: Edilson Rodrigues/Senado

 

A campanha eleitoral começou há 21 dias. De lá pra cá, a Justiça Eleitoral já determinou sete punições a candidatos a prefeito por agressões, inverdades ou fake news.

Seis delas ao candidato Sérgio Leocádio (PSL). Todas por agressões ou inverdades contra o atual prefeito Álvaro Dias (PSDB). As punições provocaram perda de tempo de TV para Sérgio em três ocasiões, gerando direito de resposta a Álvaro. Em outras duas situações, Leocádio foi punido perdendo tempo no programa de rádio. Nestas decisões, a juíza Francisca Maria Tereza Maia Diógenes, da 2ª Zona Eleitoral, respaldou-se na legislação que busca conter agressões cometidas por candidatos e manter um nível limpo e respeitoso de campanha. E em mais uma, Leocádio teve que ceder espaço em suas redes sociais para direito de resposta a Álvaro Dias.

Mas Sérgio Leocádio não foi o único punido. O candidato Jean-Paul Prates (PT), segundo a Justiça Eleitoral, propagou no Instagram fake news sobre o atual prefeito da cidade e candidato a reeleição. Por isso a juíza Hadja Rayanne, da 3ª Zona Eleitoral, determinou a suspensão do conteúdo da página de Jean-Paul. A magistrada considerou a suspeita de que Jean usou, no vídeo, montagem e/ou trucagem para apresentar fatos inverídicos contra Álvaro Dias (PSDB).

 




Faça o seu comentário